PCD’s da ficção

A ficção tem por função criar uma realidade alternativa, que pode se aproximar ou não da realidade que conhecemos. Filmes e livros de ficção são muito populares, e seus personagens têm personalidades cativantes. A lista a seguir mostra alguns personagens com alguma deficiência que se tornaram muito populares, instigando e desafiando preconceitos.

 Charles Xavier

charles-xavier-pcd-da-ficcao-esta-vaga-nao-e-sua

O professor X é um personagem da série de quadrinhos X-Men, que tem também adaptação para cinema e como uma série animada. Ele é um mutante, e seus poderes psíquicos fazem com que seu cabelo caia, fazendo com que ele se torne calvo muito jovem. No filme X-Men: Primeira Classe, uma bala desviada por Magneto causa sua paralisia, enquanto nos quadrinhos ela é causada por uma rocha. Charles Xavier dedica sua vida ao Instituto Xavier, onde ele ajuda outros mutantes a lidarem com seus poderes, mantendo-os em sigilo.

Monte Wildhorn

monte-wildhorn-pcd-ficcao-esta-vaga-nao-e-sua

Interpretado por Morgan Freeman, Monte Wildhorn é um escritor norte-americano muito famoso que luta contra o alcoolismo. Ele passa o verão em uma pequena cidade, onde faz amizade com uma família, e deve tentar voltar a escrever. A paralisia física de Monte não é o foco do filme, e sim seu problema com o álcool e sua escrita – mas no decorrer do filme é possível observar adaptações que são necessárias para que ele consiga morar na casa dele, ou andar de ônibus, visitar pessoas.

 Turma da Mônica

turma-da-monica-pcd-da-ficcao-esta-vaga-nao-e-sua

A Turma da Mônica foi criada em 1959, e desde então vem fascinando não apenas crianças, apesar de este ser seu público-alvo, mas todo mundo. A preocupação do papel da literatura infantil (neste caso, quadrinhos e até mesmo os filmes) na formação da opinião da criança é bem importante na criação das histórias da Turma da Mônica, e alguns dos personagens que fizeram sucesso foram Luca (2004), um menino cadeirante cuja cadeira de rodas é aprimorada por Franjinha e que gosta muito de jogar basquete, Dorinha (2004), uma menina cega que está sempre lançando tendências de moda no bairro, Humberto (1960), que é mudo e se comunica por linguagem de sinais. Outros personagens que aparecem menos, com autismo e outra com síndrome de Down, também foram criados com o objetivo da conscientização. Os quadrinhos mostram que, independente das deficiências, são crianças perfeitamente normais e reforçam a disseminação de uma interação livre de preconceitos.

 Bran

bran-game-of-thrones-pcd-ficcao-esta-vaga-nao-e-sua

A série Game of Thrones foi recentemente premiada pela retratação de um personagem com deficiência na série – o menino Bran, que fica paralítico logo no primeiro episódio da série (primeiro livro da coleção As crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin) ao ser jogado do alto. Ele possui alguns poderes de premonição, e é sempre auxiliado por Hodor e acompanhado por seu lobo gigante Verão. Filho de Eddard Stark e Catelyn Tully, ele é um dos personagens principais (que, nos livros, tem um ponto de vista em primeira pessoa em quase toda a coleção).

Sam

sam-pcd-ficcao-esta-vaga-nao-e-sua

Se você assistiu a Sessão da Tarde no SBT, é possível que tenha visto este filme – Uma lição de amor (I am Sam), que trata de um homem (Sam Dawson) que tem atraso cognitivo, e possui uma filha, Lucy, uma garota inteligente e gentil. Sam cria sua filha com a ajuda de seus amigos, mas, quando ela faz sete anos, começa a ultrapassar a capacidade intelectual de seu pai, e se recusa a aprender na escola, não querendo ser mais inteligente do que Sam. Essa situação faz com que a assistência social queira colocar Lucy num orfanato, convencida de que Sam não tem condições de cuidar da menina. Com a muito relutante ajuda da advogada Rita Harrison, Sam luta para conseguir a guarda de sua filha. O filme é muito comovente e humano, e nos faz questionar o preconceito quando se lida com alguém com atraso cognitivo – a capacidade de amar, cuidar e ser gentil independe da intelectualidade de uma pessoa.

Forrest Gump

forrest-gump-pcd-ficcao-esta-vaga-nao-e-sua

O filme Forrest Gump conta a história do personagem homônimo, contando sua história através de décadas. Forrest tinha um QI baixo e problemas na coluna (que o faziam usar aparelhos nas pernas), e sua mãe sempre fez o possível para que ele não se sentisse diferente. No decorrer de sua vida, Forrest conhece personagens históricos e chega mesmo a influenciar em diversos eventos; o aparelho das pernas acaba inspirando a dança de Elvis Presley, encontra o presidente John Kennedy depois de seu time de futebol americano ser chamado à Casa Branca; em uma entrevista, a visão que Forrest tinha da China inspirou a música Imagine de John Lennon, e mais. O filme é ligeiramente diferente do livro em que se baseia, e ganhou 6 Oscars.

Matt Murdock

murdock-pcd-ficcao-esta-vaga-nao-e-sua

Personagem das HQs da Marvel, teve uma adaptação para filme (Demolidor – O Homem sem Medo) interpretado por Ben Affleck. Quando criança, Matt sofreu um acidente e ficou cego, mas seus outros sentidos se desenvolveram, tornando-se tão aguçados que ele pode perceber tudo o que acontece ao seu redor perfeitamente. Seu pai foi assassinado pelo Rei do Crime, e Matt jura vingança, e então começa a fazer artes marciais e à noite se torna o justiceiro mascarado – O Demolidor.

Super Normais

super-normais-pcd-ficcao-esta-vaga-nao-e-sua

(Série que retrata pessoas reais). Essa série de quadrinhos se espelha em pessoas reais, tratando o assunto de suas deficiências de uma forma ácida e aberta. Suas tirinhas são publicadas no Facebook, na página oficial dos Super Normais. O humor é inteligente e os personagens possuem um traço de desenho marcante. Esses quadrinhos mostram que a deficiência pode ser tratada com naturalidade numa conversa normal, sem que haja desconforto ou eufemismos. Nesse caso, os personagens são reais, e um deles é a pessoa que inspirou o início de toda a nossa campanha, Mirella Prosdócimo.

Philippe

philippe-intocaveis-pcd-ficcao-esta-vaga-nao-e-sua

(Filme baseado em fatos reais). Entre lágrimas e risos, esse filme é uma comédia muito gostosa de ver. Philippe (François Cluzet), multimilionário que após sofrer um grave acidente fica tetraplégico e contrata Driss (Omar Sy), recém saído da prisão e sem experiência em cuidar de pessoas no seu estado. Aos poucos ele aprende a função, apesar das diversas gafes que comete (ele até joga água fervendo na perna de Philippe para ter certeza de que ele não sente nada). Philippe, por sua vez, se afeiçoa cada vez mais a Driss por ele não tratá-lo como um pobre coitado. Aos poucos a amizade entre eles se estabele, com cada um conhecendo melhor o mundo do outro.

Entre os filmes baseados em fatos reais, pode-se citar: O Escafandro e a Borboleta (Le Scaphandre et le Papillon), O Solista (The Soloist), O Óleo de Lorenzo (Lorenzo’s Oil), Ray (Ray), Uma Mente Brilhante (A Beautiful Mind), O Milagre de Anne Sullivan (The Miracle Worker), Hasta la Vista (Hasta la Vista, apesar de os personagens serem fictícios, a ideia do filme é baseada em experiências da vida de Asta Philpot).

Existem muitos exemplos de quadrinhos, filmes, livros, séries com personagens com deficiência, e alguns são criados e imaginados com o propósito educativo de destruir o preconceito, alguns de expô-lo. Alguns têm por centro da história a deficiência em si, e em outros, a deficiência é só parte da história do personagem. Em ambos os casos, todos os filmes, quadrinhos, etc são muito interessantes, e de gêneros bem variados. Vale a pena assistir ou ler um deles, e buscar abrir a própria mente para se livrar de preconceitos.

Fontes:

http://www.ecofinancas.com/noticias/turma-monica-publica-edicao-especial-acessibilidade

http://www.vidamaislivre.com.br/especiais/materia.php?id=5328&/o_desenhista_mauricio_de_sousa_fala_sobre_a_criacao_de_personagens_com_deficiencias

http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/inclusilhado/novos-personagens-com-deficiencia-invadem-as-historias-em-quadrinhos/

http://pt.wikipedia.org/wiki/I_Am_Sam

http://www.deficiente.com.br/index.php/38-acessibilidade/1193-geoffrey-enthoven-conta-como-retratou-os-personagens-com-deficiencia-fisica-de-hasta-la-vista

http://pt.wikipedia.org/wiki/Demolidor_-_O_Homem_sem_Medo

http://pt.wikipedia.org/wiki/Intouchables

___________________

Texto de Natália Jaeger

Natália é estudante de Engenharia Elétrica na Universidade Tecnológica Federal do Paraná e escritora por paixão. Já trabalhou como professora voluntária para o projeto CREAÇÃO, e fez um ano de intercâmbio nos Estados Unidos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s