Lar doce lar

Podemos gostar muito de passear e conhecer lugares novos, mas não há lugar melhor que a nossa casa! Concorda comigo? Já ouviu pessoas dizerem isso após ficar bastante tempo longe do lar?

Ou você tem alguma deficiência e questiona a veracidade dessa frase por nunca ter encontrado um lugar adequado para morar, que atendesse todas as suas necessidades?

Se a resposta da última questão for “sim”, entendo perfeitamente o seu problema, afinal, não bastasse a falta de acessibilidade dos espaços públicos, muitas vezes cidadãos, como eu e você, não conseguem achar um lar que dê independência e segurança. Porém, têm surgido luzes no fim do túnel!

O deputado Daniel Almeida, integrante do Partido Comunista do Brasil no estado da Bahia, (PCdoB – BA) elaborou o projeto de lei 1137/07 que, se aprovado, obrigará as construtoras a arquitetar dois apartamentos destinados a portadores de deficiência a cada 48 unidades, em edifícios de uso coletivo, alterando a Lei de Acessibilidade 10.098/94.

Autor da proposta, o político parece ter ouvido nossos incansáveis apelos, reconhecendo a obrigação do poder público de dar adequadas condições de moradia ao nosso grupo populacional, assim como a qualquer pessoa, que deve ser tratada com isonomia perante o resto da sociedade.

Estar na mão dos nossos senadores e deputados não é nada fácil, mas alguns dados são animadores para nós. O Governo Dilma tem a meta de entregar 1,2 milhões de casas adaptáveis até 2014. Além disso, Daniel Almeida não é o único interessado em nossa causa. Ana Rita, senadora do Partido dos Trabalhadores no Espírito Santo (PT – ES), propôs, em maio de 2012, outro projeto de lei que permite ao deficiente adaptar seu apartamento na planta, sem custos extras, evitando posteriores reformas caras.

Que isso sirva para mostrar que acessibilidade também existe da porta para dentro dos condomínios!

O mais importante é que iniciativas como essas, independente de se tornarem leis ou não, costumam sair do papel e surtir efeitos. Prova disso é o empreendimento imobiliário da construtora Cyrela em Pirituba, com apartamentos de três dormitórios, adaptados para cadeirantes e idosos.

Muitas vezes é difícil encontrar datas exatas ou quais foram e poderiam vir a ser os resultados concretos desses projetos, mas nunca podemos desanimar! Essas e outras ideias são fruto da nossa fome de mudança e representam os primeiros rounds de uma longa luta!

Não queremos a casa mais luxuosa do mundo, mas sim o melhor lar para nós. Como tudo na vida de um deficiente, deve ser construído calmamente, tijolo a tijolo. Pouco importa seu valor imobiliário, nossa conquista não tem preço!

Se podemos adaptar um apartamento, por que não adequar um ditado? Todos dizem “Lar doce lar”, então que tal dizermos “Lar suado lar”.

lar-doce-lar-esta-vaga-nao-e-sua

Referências:

http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=32&Cod=224

http://www.deficienteciente.com.br/2011/09/ideias-incriveis-para-um-apartamento-adaptado.html

http://www.deficienteciente.com.br/2013/09/dilma-quer-fazer-12-milhao-de-casas-adaptaveis-ate-2014.html

http://www.deficienteciente.com.br/2013/07/pessoas-com-deficiencia-tem-dificuldade-de-encontrar-imoveis-adaptados.html

http://ptnosenado.org.br/textos/123-emenda-29/21535-imoveis-comprados-na-planta-poderao-ser-adaptados-para-deficientes

http://deficientealerta.blogspot.com.br/2010/02/apartamentos-adaptados.html

___________________

Texto de Alexandre dos Santos Gouveia

Alexandre dos Santos Gouveia é formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero, foi estagiário da equipe de comunicação do Banco Santander, atuou em rádios como comentarista esportivo e já participou de trabalhos voluntários ligados á prática do futebol.

Anúncios

Um pensamento sobre “Lar doce lar

  1. escrever sobre direito a ser tratado com dignidade e igualdade social,e uma boa e viver a realidade da busca de um lugar ao sol , e totalmente diferente pois eu vivo esta realidade a 12 anos e gracas a deus e ao meu conhecimento dos direitos que temos como cidadao tem me ajudado a ser bem tratado e respeitado e sempre dou dicas a todos os que cruzam o meu caminho e tem necessidade especial , ao inves de me candidatar a patinho feio me auto intitulei que sou candidato a famoso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s