Semana de Trânsito de Pato Branco

Concentração na Praça Getúlio Vargas, no centro, em Pato Branco.

Profissionais do Depatran, Sest/Senat e Polícia Militar e voluntários dos clubes de Rotary e Interact que distribuíram material da campanha de sensibilização “Esta vaga não é sua nem por um minuto” para pedestres e motoristas nas ruas centrais da cidade.

“Esta vaga não é sua nem por um minuto” é tema da Semana de Trânsito, em Pato Branco

 

Começou neste sábado (17), em Pato Branco, na Praça Presidente Vargas, a Semana Nacional de Trânsito. Uma grande panfletagem deve tomar as ruas centrais da cidade para sensibilizar a população para o tema da campanha deste ano: “Esta vaga não é sua nem por um minuto”, que pretende ensinar aos motoristas o respeito às vagas exclusivas para portadores de necessidades especiais.

O diretor do Departamento de Trânsito do município (Depatran), Ivo Patrich Brandalize, explica que atualmente existem 16 vagas exclusivas para portadores de necessidades especiais na área central de Pato Branco. Neste mês o departamento iniciou o cadastramento e distribuição de credenciais dos portadores de deficiências para a utilização de tais vagas. “Cerca de 20 pessoas já fizeram o cadastramento até o momento”, enfatiza Brandalize.

Brandalize destaca ainda que, além de desrespeito ao próximo, o uso das vagas exclusivas sem credencial é uma infração, e como tal é punível com a remoção do veículo, multa de R$ 53,20 e três pontos na CNH. Durante toda a próxima semana, serão realizadas atividades para todas as faixas etárias voltadas para a conscientização, responsabilidade e consciência no trânsito, como a realização de palestras nas escolas e visitas ao 3º Batalhão da Polícia Militar.
 

Via Jornal de Beltrão

“Esta vaga não é sua nem por um minuto” no Acre

Prefeitura de Rio Branco, o  Governo do Acre, a e o Ministério Público Estadual lançaram nesta  segunda-feira, 12, as campanhas “Esta vaga não é sua nem por um minuto” e  “Vagas destinadas a idosos – Eu respeito”.

O ato ocorreu no auditório da Central de Serviços Públicos (OCA) e contou, entre outros,  com as presenças do secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Nilson Mourão; da diretora-geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Sawana Carvalho; do coronel José Anastácio, comandante-geral da Polícia Militar; da procuradora de Justiça Kátia Rejane, o promotor de Justiça Rogério Voltolini, e o superintendente da Superintendência de Transporte e Transito de Rio Branco (RBTrans), Ricardo Torres. “Esta é uma campanha voluntária, que está se espalhando pelo País”, disse Ricardo Torres ao relatar o surgimento da campanha. Torres apresentou o cartaz com o slogan do Supermercado Araújo, primeira empresa a aderir à campanha.

Nilson Mourão lembrou que hoje Rio Branco possui  122 mil automóveis, incluindo as motocicletas e que, por isso, a campanha tem valor fundamental. “Especialmente porque busca resgatar a dignidade dos idosos e deficientes”, disse o secretário, que representou o governador Tião Viana na cerimônia.  Em várias partes de Rio Branco é possível ver que há vagas de estacionamento reservadas ao deficiente, mas isto não é respeitado por todos. Quando alguém é abordado com o carro estacionado em lugar irregular, geralmente a conversa é sempre a mesma “eu fui ali rapidinho”, bem como a própria campanha diz: “Esta vaga não é sua nem por um minuto”.  Segundo Sawana Carvalho, a desobediência reiterada pode render multa ao condutor.

A capital possui 110 vagas para idosos e deficientes, sem contar as localizadas em estacionamento privado. São 21 mil idosos  que em parte possui automóvel e cujo direito tem de ser respeitado.

Via Prefeitura de Rio Branco

“Esta Vaga não é sua Nem por um Minuto” é premiada no Festival Mundial de Publicidade de Gramado


A agência TheGetz ganhou bronze na categoria de Cinema e Vídeo do Festival Mundial de Publicidade de Gramado com a campanha “Esta Vaga não é sua Nem por um Minuto”. O prêmio foi entregue na última sexta-feira (02).
De acordo com o sócio diretor de criação da agência, Ricardo Mercer, esta é uma grande conquista não apenas para a Getz, mas também para o Paraná. “É o reconhecimento de um trabalho realizado por uma equipe competente e dedicada. E mais do que isso é um grande passo para a publicidade do Paraná que está crescendo cada vez mais e mostrando que o nosso estado não fica atrás de nenhum outro”, afirma.

O diretor destaca ainda que é possível fazer campanha de conscientização de qualidade. “O marketing social é uma cadeira da comunicação tão importante quanto a publicidade em si”, ressalta. Segundo Mercer, é muito importante que o tema da campanha se espalhe por todo o país. “Já percebemos algumas mudanças na consciência das pessoas em não utilizar as vagas destinadas para deficientes físicos, e o projeto de lei nacional está na mão da Ministra Gleisi Hoffman, mas esta é uma luta perene e queremos divulgar ainda mais esta campanha”, afirma Mercer.

Essa vaga não é sua
 – O episódio que deu origem à campanha aconteceu em meados de março em um estacionamento de supermercado da capital paranaense. Mirella Prosdócimo, que ficou tetraplégica depois de um acidente quando tinha 17 anos, estava no estacionamento com duas ajudantes, colocando as compras no carro, quando uma mulher estacionou seu carro. Mirella observou a situação e quis alertar a motorista para o equívoco cometido, mas foi ignorada pela motorista que entrou no supermercado. Ao voltar, Mirella ainda estava com suas auxiliares, colocando as compras no carro. Ela chegou a fazer uma nova observação para a motorista que, dessa vez, se ofendeu. Agrediu verbalmente Mirella e, por pouco, não a atacou fisicamente. Foi preciso que as assistentes da cadeirante, que a ajudavam a co locar as compras no carro, apartassem a motorista.

Mirella acionou a administração do supermercado, mas o estabelecimento não se posicionou a respeito, nem quanto à cliente que estacionou indevidamente, nem sobre o incidente de quase violência no seu estacionamento – justificaram que não poderiam perder nenhuma das duas clientes. A empresária também acionou a Diretoria de Trânsito de Curitiba (Diretran), mas representantes do órgão só apareceram, no local, uma hora depois de todo o incidente, não podendo tomar nenhuma providência naquele momento.
De acordo com Mirella, a legislação obriga que estabelecimentos públicos e privados deem condições de acessibilidade para deficientes físicos. Ao que tange aos estacionamentos, a legislação especifica o espaço correto e a localização das vagas.

Agente de trânsito é suspenso após estacionar em vaga para deficiente

Foto de flagrante em Curitiba circulou em redes sociais na segunda-feira (5). Motorista disse que estacionou na vaga para atender a uma solicitação.

 

A foto de um carro da Diretoria de Trânsito de Curitiba (Diretran) flagrado estacionado em uma vaga para deficiente, em uma rua da capital, divulgada em redes sociais na segunda-feira (5) provocou muitas críticas.

De acordo com a assessoria de comunicação da Urbanização de Curitiba (Urbs), o motorista do carro foi chamado e explicou que parou na vaga para um outro funcionário atender uma solicitação do 156 e que ele estava no veículo, caso alguém precisasse da vaga.

Contudo, a direção da Urbs entendeu que o motorista cometeu uma falta grave. Ele foi suspenso das funções, vai passar por uma reciclagem e ainda responder a um processo administrativo.

A Urbs reforça que todos os motoristas devem respeitar as vagas exclusivas.

Fonte: G1